Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Praia

por tsetse, em 13.03.14



Fotografia tirada com a Nikon D40 na praia Maria Luísa, ao fim da tarde

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 10:27

Viagem à Tailândia

por tsetse, em 23.01.14

 

Aldeia no Norte da Tailândia

 

 

 

 

 

Rio no Norte da Tailândia

 

 

 

Ilhas Phi-Phi

 

 

 

 

 

 

Bangkok

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:44

Luxos

por tsetse, em 25.11.13

O António acha incrível que a Maria se queixe de falta de dinheiro, quando gasta mais de 100€ em tabaco, por mês. A Maria comenta como é ridículo a empregada da irmã gastar, todos os meses, 50€ em cabeleireiro. A empregada da irmã, por sua vez, passa a vida a queixar-se que não sabe como a mãe gasta 10€ no euromilhões, quando a reforma não dá para nada. Essa mesma senhora ficou chocada quando soube que o António comprou um iPad por mais de 500€.

Toda as pessoas acham que o seu luxo é menos chocante que o dos outros.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:48

Vida de gato

por tsetse, em 14.11.13

   

 

  

 

  

 

    

 

 

  

 

  

   

    

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:04

Sitges

por tsetse, em 15.05.13
No início do mês, fui a Barcelona. Aproveitei para visitar Sitges.




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:55

If you don't belong

por tsetse, em 09.05.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:35

SAPO Codebits 2009

por tsetse, em 08.10.09

 

Já falei sobre o evento em 2007 e 2008, mas é impossível não voltar a recomendar. O SAPO Codebits é uma das experiências mais giras que um entusiasta da Internet pode ter. E de graça.

 

O evento normalmente inclui conferência, workshops e um concurso no formato do Hackday da Yahoo!. Para quem não conhece este tipo de concurso, basicamente é dado a cada participante (ou grupo de participantes) 24 horas para desenvolver um projecto, que terá que ser apresentado em 90 segundos.

 

Mas reduzir o Codebits só a isto é injusto, porque é muito mais: convívio, novas experiências, concertos, brincadeiras, novos contactos, etc.

 

Em 2007, concorri com dois amigos e fizemos um projecto que basicamente era uma antecipação do FriendFeed. Se o tivéssemos lançado, provavelmente estaríamos ricos agora. E foi mesmo feito em 24 horas e funcionava e tudo.

 

Em 2008, concorri sozinha com um jogo. Desta vez, decidi continuar o projecto. Quando achar que ele está robusto, deixo o link algures por aqui.

 

Para quem ficou convencido, as inscrições para e edição deste ano já abriram e são limitadas, por isso, despachem-se!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:42

KidRex

por tsetse, em 17.06.09

Já ouviram falar do KidRex? O motor de pesquisa que impede os mais novos de visualizarem sites com conteúdos impróprios?

 

Fui experimentar:

 

 

Preferências femininas = sexo?

 

 

com ou sem bolas = aula de sexo?

 

 

 

Anúncio a "mulheres húmidas" que procuram encontros?

 

Bom serviço.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:12

Lisboa para os peões?

por tsetse, em 16.06.09

Se Lisboa anda a ser desenhada para facilitar o escoamento de carros, em prejuízo da comodidade dos peões, como esperam diminuir o número de carros e, consequentemente, a poluição?

Já experimentaram atravessar a Avenida Fontes Pereira de Melo, perto do Saldanha? Há semáforos para os carros, mas não há passadeira. Pode-se dar a volta, atravessando três ruas, mas temos que correr, para não apanhar um vermelho. E a Avenida dos Combatentes, entre a Praça de Espanha e a Universidade Católica? Mais um vez, há semáforos para os carros, mas não aproveitaram o espaço para colocar passadeira. E, neste caso, estamos a falar de uma rua central, com prédios de habitação, de cerca de 1,5 km de via sem uma única passadeira! E a Praça de Espanha? Já tentaram atravessá-la? É muito útil para os carros, mas um terror para os peões. Tem que se andar 3 vezes mais do que se devia. O mesmo se passa no Marquês de Pombal.

Eu moro a cerca de 2,5 km do meu local de trabalho e às vezes vou e venho a pé. Não imaginam as voltas que tenho que dar. Há zonas que simplesmente não têm passadeiras e que me obrigam a correr e rezar para não aparecer um veículo em excesso de velocidade. E estamos a falar do centro de Lisboa.

Pelo caminho, há até um viaduto muito engraçado, com escadas, mas que depois não permite ir para a esquerda, nem direita ou em frente, sem fazer uma transgressão. Sempre que passo por lá, imagino o que terá pensado o génio que planeou a zona: "olha que bela ideia, fazer umas escadas para os moradores poderem ver as vistas para o trânsito" ou "que jeito dará a quem quiser saltar".

Querem diminuir o número de carros na cidade? Não basta melhorar os transportes públicos, pois estes também poluem e não passam por todas as ruas. Têm é de melhorar as condições dos peões. Nunca ouviram histórias de pessoas que moram a 1 km do trabalho e preferem ir de carro? Se eu tivesse lugar de estacionamento e numa cidade assim, também me sentiria tentada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:06

O barato sai caro e o caro às vezes sai caríssimo!

por tsetse, em 09.04.09

Embora eu não ande muito de carro e prefira os transportes públicos, adoro o meu carrinho. É um Mercedes Class A dos antigos, quando ainda havia a versão longa. O meu é "longo", azul escuro e lindo de morrer.

Faço sempre as revisões na oficina da Mercedes, para garantir que ele é bem tratado e para não perder uma série de regalias. Tinha marcado a revisão para esta segunda-feira, quando, no domingo, furei um pneu. Quando troquei o pneu, reparei que a peça que fica no fim do eixo estava com mau aspecto e com ar de se ter deslocado um pouco.

No dia seguinte, quando deixei o carro na revisão, pedi para colocarem um pneu novo e para verem se a dita peça estava danificada e se precisava de ser substituída. Entretanto, como me convenceram a pintar uns riscos, o trabalho não podia ser feito num dia, como me tinha sido prometido quando marquei a revisão, e disseram-me que o carro só poderia ser entregue na quarta-feira. Como não me fazia falta, aceitei.

 

Na terça, telefonaram, listaram o que era preciso mudar e deram um orçamento. Reparei que não falaram na tal peça e voltei a pedir para olharem bem, especificando a sua localização.

 

Na quarta, telefonaram a dizer que, para pintar, só podia ser entregue na quinta-feira. Eu disse que não tinha mal e, pela terceira vez, perguntei se já tinham visto a tal peça e se era preciso substituir. A minha insistência devia-se ao medo de a dita cuja ser muito cara (e de poder aumentar muito o valor a pagar) e ao medo que ela se partisse e causasse um acidente.

 

Na quinta (hoje), telefonaram a dizer que a pintura não podia ser feita. Já irritada, disse que não tinha mal, que depois tratávamos disso, que precisava do carro para o fim-de-semana de Páscoa. Passado uns minutos, telefonam a dizer que, quando guiaram o carro, perceberam que o carro não estava em condições, pois a peça que se encontra no fim do eixo (sim, a mesmo que eu pedi três vezes para verem se era preciso substituir) estava destruída e só me podiam entregar o carro no Sábado.

Isto em pleno fim-de-semana de Páscoa, quando as pessoas gostam de visitar os familiares!

 

Ficou por responder:

1. Será que a recepcionista avisou mesmo os mecânicos que eu estava preocupada com aquela peça?

2. Será que o mecânico que mudou o pneu tem problemas na vista? Ou percebe menos de mecânica do que eu?

Parte positiva:

Pelo menos deram-me um Smart, para andar até Sábado. Sempre experimento como é guiar um meio-carro com mudanças automáticas. Até agora, estou a achar muita graça.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:21

T-shirts Che Guevara

por tsetse, em 02.04.09

Se há uma questão que me irrita há anos, é a aceitação ou até a adoração da figura de Che Guevara.

Se uma pessoa andar com uma t-shirt do Hitler ou do Himmler, é considerado um extremista desumano. Agora usar uma do Che, também responsável pela matança de muita gente em campos de concentração, já é considerado giro e até um símbolo de paz.

Podem dizer que o que difere Che de Himmler é a selecção de quem ia parar aos campos de concentração, para morrer. No primeiro caso, eram escolhidos os capitalistas e opositores políticos. Enquanto, no segundo o caso, eram escolhidas pessoas que não fossem da raça ariana e os opositores políticos.

Em ambos os casos, matou-se quem ia contra um conceito, sem direito a julgamentos ou outra qualquer paneleirice humanitária do género. Che, Fidel, Hitler, Himmler e demais foram terroristas autoritários e não tiveram a mínima consideração pelos direitos humanos de quem mataram. Mesmo que eu concordasse com algum tipo de ditadura (que não é o caso), nunca andaria com uma t-shirt com a cara de um assassino em massa, que fez o que fez porque os outros meninos não queriam brincar segundo as regras dele.

Che não olhou a meios para atingir os fins. Che geriu campos de concentração. Che foi um assassino frio e calculista.

 

Ainda vos apetece usar uma t-shirt com a cara dele?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Portugueses são finalistas do SXSW

por tsetse, em 26.02.09

Para quem não sabe, o SXSW é o festival South By Southwest, que ocorre anualmente em Austin, mais conhecido em Portugal pela vertente musical e pelos concertos que decorrem durante a semana. Mas o festival tem vindo a ser alargado e agora cobre três áreas: música, cinema e interactivo.

O SXSW Interactive Festival é constituído por uma conferência, pelo "Web Awards" e por muitas festas, e tem vindo a ganhar cada vez maior importância na área das novas tecnologias, Internet e arte interactiva. A conferência tem este ano uma lista impressionante de oradores, entre eles: Kathy Sierra, Chris Anderson (editor da revista Wired), Paul Buchheit (um dos criadores do FriendFeed), Tara Hunt e mais uma série de pessoas que trabalham no Google, Yahoo, AOL, Flickr, Digg, Microsoft, etc.

E, pela primeira vez, um projecto desenvolvido em Portugal é finalista numa das categorias do "Web Awards": o Tarpipe é um dos nomeados ao prémio "Technical Achievement".  Por isso e por conhecer muito bem o Vitor e o Bruno, que desenvolveram o Tarpipe, estou muito orgulhosa.

Espero que se divirtam, que ganhem o prémio e que vocês, meus leitores, votem neles para o prémio "People's Choice". Como se pode votar uma vez por dia, não se inibam de votar várias vezes. Vamos premiá-los pelo excelente trabalho e pela representação que vão fazer do nosso país que, afinal, também produz muita coisa inovadora e de qualidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:53

Trabalhar em equipa

por tsetse, em 10.02.09

Noutro dia, enquanto via um vídeo inspirador do Randy Nelson da Pixar (Learning and Working in the Collaborative Age: A New Model for the Workplace), senti que ali estavam resumidas as qualidades essenciais para trabalhar bem em equipa:

 

1. Saber lidar com o fracasso e dar a volta à situação é mais importante do que evitar o erro. É estimulante trabalhar com pessoas apaixonadas pelo que fazem, que têm uma visão inovadora e que aprendem a resolver os erros e a continuar.

 

2. Ser interessado é mais importante do que ser interessante. As pessoas que ouvem com atenção o que lhes é dito, que aprendem com facilidade e que se esforçam em adaptar-se, estimulam a inovação do resto da equipa e dão um contributo muito mais rico. Pessoas interessantes podem ser encontradas em vídeos como este ou quando saímos do trabalho.

 

3. Em equipas multidisciplinares, temos que perceber um pouco de cada uma das áreas com que trabalhamos, para podermos comunicar melhor, colaborar de forma mais eficiente e para termos a capacidade de fazer sugestões pertinentes e estimular a equipa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:25

Quiz da Semana

por tsetse, em 06.10.08

Vai começar hoje o Quiz da Semana. A ideia é simples: todos as semanas é lançado um desafio e os participantes têm até 7 dias para o resolver. Parece que as perguntas não vão ser fáceis, pois o objectivo é puxar pelo espírito competitivo, mas também não serão impossíveis: haverá sempre algo na própria pergunta que ajude a encontrar a solução. Para além disso, à sexta-feira, será lançada uma pista, para ajudar os participante que ainda não tiverem encontrado a solução. Para mais informações, podem ler as regras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43

SAPO Codebits

por tsetse, em 26.09.08

 

As inscrições já abriram.

 

Já estou a pensar no projecto que hei de fazer este ano. Vai ter que ser algo que pisque mais do que o projecto que fiz no ano passado, em parceria com o SJ e o RP, que foi mesmo feito em 24h, era muito útil e funcionava tão bem, mas que não ficou na memória de ninguém.

 

Estou ainda a decidir:

1. se hei de fazer sozinha ou juntar-me a um bando

2. se hei de fazer outra vez só em 24h ou começar a preparar antes

3. que tipo de projecto fazer

 

A única coisa certa é que lá estarei!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:36

As vantagens de viver em Lisboa

por tsetse, em 24.04.08
Estou sempre a listar as vantagens de viver no Porto, mas isso não quer dizer que eu não veja vantagens em morar em Lisboa. Não, não vivo aqui só porque trabalho aqui.

Uma das razões porque vim viver para cá foi profissional, mas não foi a única. Posso listar outras: poder experimentar viver numa cidade diferente, viver perto do glorioso (ok, confesso, esta razão inventei-a agora, mas não está nada mal pensada) e, finalmente, viver numa cidade com maior oferta cultural e de entretenimento.

Quando vivia no Porto, também frequentava festas, concertos, jogos e outros espectáculos, mas a verdade é que tinha menos escolha.

Lembro-me de ter vindo uma vez de propósito a Lisboa para ver o Estoril Open. Agora, é mais fácil ver bom ténis. Sendo assim, aproveitei e passei o último fim-de-semana a ver ao vivo o meu desporto favorito.

Correu tudo muito bem (eu ia toda artilhada para a chuva, mas praticamente não choveu durante os jogos), a companhia foi óptima, o almoço divinal e os jogos bons, como eu esperava. Só tive pena que o Davydenko tivesse desistido e diminuído assim o tempo da final, mas não se pode ter tudo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:01

Bilhetes para o Rock in Rio?

por tsetse, em 07.04.08
Queres ganhar bilhetes para o Rock in Rio? Queres ir ver um concerto ao palco?

Eu quero, mas (pelo menos para já) não posso...

Hoje, começou um passatempo no SAPO Spot. Um daqueles passatempos que eu gostaria mesmo de participar, mas não posso. Um daqueles passatempos que tem tudo para eu adorar: permitir ganhar bilhetes grátis, permitir jogar para tentar ganhar e permitir fazer algo diferente do que alguma vez fiz (ir ao palco de um concerto)! E parece tão fácil, que até dói.

Porque não posso? Porque não cumpro uma das cláusulas do regulamento.

Para quem pode, aqui fica um resumo de tudo o que é preciso saber:
1. Se ainda não estás inscrito, inscreve-te na comunidade Rock in Rio (ou entra no SAPO Spot e adere ao Grupo Rock in Rio)
2. Depois, só tens que fazer login no SAPO Spot e responder a uma pergunta por dia, até ao dia 30 de Abril.

Notas:
1. Se começares já hoje, tens mais hipóteses de ter mais pontos no fim.
2. Quanto mais rápido responderes, mais pontos terás (o primeiro a responder correctamente receberá 3 pontos, do segundo ao décimo receberá 2 pontos e as restantes respostas correctas receberão 1 ponto)

E pronto... Joguem, ganhem e venham aqui vangloriarem-se, para eu ficar ainda mais aborrecida por não poder jogar... Snif.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:13

Trocas e baldrocas

por tsetse, em 19.02.08
Quem passeia pelo ciberespaço desde os seus primórdios - que é o meu caso, que ando nesta vida há 14 anos - está habituado a ver um "sublinhado" nos links. Esta era a forma convencionada para distinguir o texto normal do hypertexto. À medida que se foi aumentando a componente gráfica e melhorando (ou complicando) o aspecto gráfico, começamos a ver sites que não usavam o "sublinhado" para distinguir os links, mas uma cor diferente. Com o tempo, fomos nos habituando a esta "modernice" que fugia à norma. Agora, para grande espanto meu, começámos a ver o contrário: por exemplo, em navegações, a página onde estamos é assinalada pelo "sublinhado" e as outras por texto normal.

Oh meus amigos! As regras existem para facilitar a navegação e a interacção dos utilizadores. A irreverência é muito bonita em sites artísticos e concepcionais. Agora, se querem que os utilizadores usem os vossos serviços com frequência, ajudem!

"Ah, pois, já me tinha esquecido, neste site é tudo ao contrário, o link não é link e o texto é link".

Não há pachorra!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:48

Plágios

por tsetse, em 18.02.08
Ultimamente, encontrei dois textos escritos por mim noutros blogs, sem referência ao original, como se tivessem sido escritos pelas autoras desses blogs. Decidi usar o Copyscape para procurar mais plágios e encontrei um:
http://espacodaraquel.blogs.sapo.pt/4608.html

Não tenho nada contra as pessoas que colocam os meus textos nos seus blogs e não pretendo que paguem direitos de autor, mas há que ter o mínimo de consideração e colocar, pelo menos, um link para o post original.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:37

Para quem quer passar o tempo...

por tsetse, em 09.02.08
Recomendo um jogo de palavras viciante: o Letroca.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:42


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

subscrever feeds